Dicas para que seu negócio não saia dos trilhos!

É frequente levar um tempo até que o empreendedor se conscientize de que está no vermelho, afinal, não é fácil assumir erros, e a maioria tenta resolver a situação sem buscar ajuda extrema.
Uma ação comum é recorrer as ações de marketing e vendas sem o devido planejamento. Mesmo que vendam muito, se não forem bem gerenciadas, até isso pode levar a empresa ainda mais para o buraco.

Veja abaixo as dicas para que seu negócio não saia dos trilhos!

A inadimplência não acontece da noite para o dia, ela é uma sequência de fatores que vão se acumulando. Assim cabe ao empresário identificar o que o levou ao vermelho.

Antes de abrir o negócio!

1- Faça um plano de negócio detalhado, com uma análise sobre o mercado em que irá atuar, o orçamento necessário, planejamentos de vendas, fluxo de caixa, e projeção de faturamento.

2- Siga o plano. resista as tentações, por exemplo, de comprar além do necessário só porque é preço baixo. Avalie se realmente você terá como aproveitar o material curso ou produto no qual comprou ou se apenas gerará mais custos em seu estoque ou até mesmo na memória do seu computador por ter baixado algo que não lhe ajudou em nada e está ali tomando espaço em seu computador.

3- Cuidados constantes! Faça um planejamento financeiro anual e acompanhe-o mensalmente, para corrigir pequenas falhas e conhecer a realidade da empresa. Nele deve constar previsões de quanto vai vender, quanto vai gastar, os pagamentos tributários e os gastos com pessoal.

Continue Lendo:  Como alcançar resultados em qualquer ano que escolha o seu caminho

4- Revise periodicamente os seus custos. Saiba quanto custa sua produção, desde a matéria-prima até a mão-de-obra qualificada.

5- Atente à posição da empresa no mercado. Trabalhe o marketing e a divulgação do negócio criando ações e para atrair e fidelizar os clientes.

6- Calcule o preço certo. Se você conhece bem o produto, os custos e o mercado onde está inserido, fica mais fácil colocar o preço e calcular sua margem de lucro.

7- Prepare-se os imprevistos. Procure fazer um caixa para os pequenos entraves que ocorrem. Por exemplo: uma loja comprou x estoque de roupas de inverno, mais o frio não é tão intenso quanto o esperado. Para esse caso, é interessante que o empreendedor redefina preços e crie promoções para incentivar as vendas

Capital de giro.

8- Jamais misture as contas pessoal com as contas da empresa. Nunca tire dinheiro do caixa para pagar a escola do seu filho ou fazer a feira para sua casa.

9- Calcule o prazo médio entre a execução da venda ou serviço prestado e o recebimento efetivo. Por exemplo, se a sua empresa trabalha com cartão de crédito, lembre-se de que, mesmo sem correr o risco de levar calote das administradoras, o dinheiro demora mais a entrar: pelo menos, trinta dias para ver o dinheiro na conta.

10- Calcule se o seu estoque está condizente com a circulação de mercadorias,. Por exemplo: Se o seu empreendimento é uma padaria, veja para quantos dias a quantidade de farinha foi estocada. Assim você saberá com qual periodicidade deverá ser feita a compra de reposição e quantos de recursos deverá dispor.

11- Evite atrasos nos pagamentos, seja de fornecedores, produtos ou funcionários. Enquanto os dois primeiros casos geram multas e juros atuais imediatos, o último pode gerar ações judiciais futuras.

Continue Lendo:  Aprenda Como Eliminar Rugas Do Rosto

Capital humano!

12- Treine os funcionários para que não aja desperdícios de tempo, material e custos.

13-  Escolha bem seus colaboradores. Identifique se o perfil daquela pessoa é condizente com o que você precisa para desempenhar determinada função.

Espero que tenha ajudado um pouco a você que chegou até aqui, muito obrigado deixe seu comentário se possível e muito sucesso em sua carreira profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *